quarta-feira, 17 de junho de 2009

O dia é de todos


É vamos lá, pelo visto hoje é dia de escrever, vou falar um pouco de datas que já passaram. Vou falar hoje do Dia dos Namorados e outras datas.
Sou um cara meio radical, mas não concordo com algumas datas que existem, não concordo com o dia das mães, pais, negro, namorado essas datas não existem para mim.
Na minha opinião, todas essas datas são criadas para o capitalismo, acho que deveria ser ao contrário, pois todo o "dia" é o dia da minha mãe, do meu pai, da minha namorada, do negro e branco.
Vejo às vezes pessoas brigando com os seus pais, mães, namoradas, e quando chegam essas datas, pronto. Fica um amor de pessoa, e vai e comprar algum presente para agradar o outro.
Podemos todos os dias agradar os nossos pais, namorados(as), agradar os brancos, negros, pobre, rico, quais quer pessoas que sejam.
O dia é de todos e todos os dias você pode fazer alguém mais feliz, você não precisa esperar essas datas para dar algum presente, carinho o que lá que seja. Temos que pensar que todos os dias podemos fazer algo por alguém.Podemos até guardar as datas, os dias, em nossas cabeças, mas devemos pensar que os dias são de todos.

2 comentários:

- J P - disse...

qual seu email?
então... esperava mais da faculdade... e tem tanta gente que atrapalha na sala de aula...

vanfisio05 disse...

Concordo com vc primãoo....acho uma idiotice esse negocio de comemorar dia dos pais..dia dos namorados!!! Para mim isso é tudo uma questão de comercio, acaba sendo mesquinho. Todos os dias devemos expressar nosso carinho aos pais e a todas as pessoas que amamos!! Grande beijo.